segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Reunião de Coordenação da BUSF-CPLP Prevê um Ano de Cursos e Parcerias na Área de Resposta a Desastres.


No Ultimo sábado dia 14 de janeiro aconteceu a primeira reunião do ano de 2017 da Coordenação Geral da BUSF-CPLP, na ocasião estiveram presentes diretores e convidados da BUSF que discutiram as atividades do ano e deram outras providências. Em razão do crescimento da organização dentro e fora do Brasil, a BUSF começa a traçar planos diretivos para acompanhar as necessidades de crescimento de uma Organização Não Governamental com características internacionais. Uma de suas necessidades foi a criação de mais departamentos e Diretorias como a Diretoria de Relações Internacionais, a Diretoria de Relações Institucionais e Diretoria de Inteligência Institucional e a de Captação de Recursos. Também houve a nomeação de Diretores e Delegados para a função de Diretor de Relações Internacionais a Presidência nomeou oficialmente o Sr. Julio Verna Neto, para a Diretoria Jurídica o Advogado Dr. Mauricio Bartasevicius. Também nomeado para Delegado Estadual das 7 (sete) cidades do ABC Paulistas o Sr. Ricardo Rasteiro Rodrigues e Delegado para o Estado de Santa Catarina o Sr. Rodrigo da Silva Rodrigues. Também foi oficializada a Divisão Médica que também estará ligada ao Comando Geral de Operações.
Também foi discutido o cronograma de cursos para 2017 com foco na capacitação e aprimoramento para a equipe de Força Tarefa da Organização e proposto e aceito os cursos de Operadores para a Força Tarefa para Emergências, o Curso de Resgate em Áreas Remotas, o curso de BREC – Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas e o Curso SARS – Sobrevivência e Adaptação em Regiões de Selva 1º Nível. Além dos cursos citados membros da BUSF também terão a sua disposição já a partir de março o Curso de adequação Protocolar para Resposta a Desastres da Cruz Vermelha.

Muitas novidades vêm por ai no ano de 2017 com as propostas discutidas na reunião inclusive uma grande reforma estatutária para adequação a protocolos internacionais e outras legislações pertinentes a Instituições do cunho da BUSF-CPLP.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Em 2017 a BUSF-CPLP Promoverá a Implantação de Unidades de Bombeiros Voluntários em Cidades Brasileiras Interessadas.

A BUSF-CPLP acredita que a criação de Unidades Voluntárias de Bombeiros, organizadas em Sociedade Humanitárias de Bombeiros Voluntários, seja uma das soluções para a falta de bombeiros no país. Com o pouco investimento promovido pelos Estados devido ao alto índice de endividamento o Brasil passa hoje por uma condição de sub-operacionalidade de unidades de Bombeiros. Uma das metas Estatutárias da BUSF-CPLP é promover e fomentar a criação de Unidades de Bombeiros Voluntários ou mistos, dentro de prerrogativas e legislações que possam unir organizações governamentais e privadas de caráter público para ampliar o número de cidade e de habitantes que possam gozar dos serviços essenciais dos bombeiros. Já há no escopo inicial de criação algumas cidades prontas para darem o start a essas organizações e a BUSF pretende operacionalizar o mais rápido a primeira que deverá servir de modelo para as demais.

As Unidades utilizaram o mesmo uniforme operacional da organização porem com distintivo próprio além de manicas sobre o distintivo e a bandeira nacional com o nome da cidade. A principal idia é começar a trabalhar com as novas propostas da nova NBR 14608 que já está para ir a consulta pública através da ABNT como membros da CB 24 a BUSF tem o compromisso de adequar-se as mudanças que ela acredita serem de interesse para a classe de profissionais bombeiros.

Outra condição fundamental para que o programa funcione, é fazer com que essas unidades de Bombeiros Voluntários interaja diretamente com a Defesa Civil de cada município e com os demais órgãos de segurança como as Polícias Militar e Civil a Guarda Municipal e as Unidades dos Corpos de Bombeiros Militares, seja através de parcerias específicas ou mesmo por associação direta como NUDECs das Defesas Civis.

A Presidência já deu um importante passo para que a primeira unidade seja implantada aqui no Estado de São Paulo. De acordo com o Sr. Bolívar Fundão Filho presidente da BUSF. "Pretendemos que a primeira cidade a poder ter uma unidade da BUSF de Bombeiros Voluntários seja uma cidade do litoral paulista, que deverá seguir o regramento estatutário e os Regimentos da BUSF. Já estamos em conversações para que os passos administrativos e institucionais sejam dados, dentro, e de acordo com a legislação. Nosso Delegado Estadual para o Litoral Paulista Sr. Paulo Cesar já está tomando as devidas providências e acreditamos que até inicio de junho já possamos estar instalados e funcionando. além de Unidade de Bombeiros Voluntários, essa estrutura será também a Delegacia Estadual do Litoral Paulista da BUSF-CPLP, como a SP Bombeiros localizada na Rodovia dos Imigrantes que é hoje a Delegacia da cidade de São Paulo. São passos curtos, porém profundos que estamos realizando e que servirá de exemplo para outras cidades onde possuímos representações.

Visiste a pagina: http://www.busfbrasil.org.br/unidades-de-bombeiros-voluntarios 

Bombeiros Voluntários da Subdelegacia da BUSF-CPLP da Cidade de Batatais-SP Promove Formatura para mais Dezesseis Bombeiros Civis.

Juramento dos novos bombeiros
No ultimo dia 07/01 no Teatro Municipal Fausto Bellini Degani na Cidade de Batatais-SP aconteceu o ato solene de formatura da 36° Turma de Bombeiros Civis da Escola Real Life da cidade de Ribeirão Preto. Onde os instrutores e membros da BUSF-CPLP na região atuam como instrutores e auxiliares de instrução com a presença de autoridades da cidade Sr. Douglas Pádua - Representando o Prefeito Municipal José Luiz Romagnoli, o Vereador Cima - Representando o Poder Legislativo da cidade, o Delegado Regional do Sudeste da BUSF-CPLP Sr. João Barboza dos Santos, o Presidente do Conselho de Segurança do Município - Fernando Machado e seu Vice Presidente Sr. Edson Soffientini. Os Subdelegados Ricardo Fracaroli e Anderson Silva o Comandante de Operações da BUSF em Batatais Celso Galina Junior e o Agente Operacional Flávio Martins, que também representaram a escola Real Life.

Foram mais 16 bombeiros formados no Estado de São Paulo que passam a fazer parte dessa grande família de mais de 150 mil bombeiro civis somente no Estado. O numero é significativo e as autoridades devem dar maio atenção a políticas de inserção do profissional no mercado de trabalho, a BUSF-CPLP vem desde agosto de 2016 realizando um censo em nível Brasil para cadastramento de Bombeiros Civis, voluntários e militares para que possamos ter dados estatísticos relevantes e que possam ser utilizados para que legisladores e membros do executivo possam se basear em informações para propor essas políticas, os interessados “desde que bombeiro”, podem acessar o link para se cadastrarem.

www.busfbrasil.org.br/cadastro-nacional-de-bombeiros
Formando Bombeiros \Civis a Real Life da Cidade de Batatais.
Aos formandos: Aline Morandi; André Oliveira; Carla Silva; Caio Felipe; Dênis Rodrigues; Eduardo Ricci; Fiama Finotti; João Victor Canavez; Josuel Marques; Juliana Sachetto; Lucas Millani; Lucas Miranda; Renata Pereira; Rosana Gomes; Thiago Piza e William Coutinho a BUSF-CPLP Sucursal Brasil lhes desejam sorte na caminha de seus ideais tanto como profissionais como voluntários que venham exercem trabalhos e doarem parte de seus conhecimentos a sociedade Batataense.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Divisão de Radiocomunicação em Desastres da BUSF-CPLP tem Novo Coordenador Nacional.

O Delegado Estadual Fernando Luiz Gonçalo assumi a partir de hoje 1º de janeiro de 2017 a Coordenação Nacional da BUSF-CPLP Sucursal Brasil. O Delegado Fernando Gonçalo é atualmente o Coordenador da Rede de Emergência do Ministério da Integração Nacional para o Estado de São Paulo, também é Diretor da Rede de Emergências da LABRE para São Paulo e Diretor do Grêmio de Radioamadores do Grupo Escoteiro Caoquira de São Bernardo do Campo - SP. Ao assumir a função o Delegado quer dar uma nova dinâmica a Divisão, trazendo membros que passarão a compor a Divisão de radiocomunicação e também desenvolver outras atividades como contestes periódicos para treinamento de resposta a Desastres. O mesmo ainda antes de assumir a função como subcoordenador já vinha desenvolvendo e colocando em prática uma unidade móvel independente de radiocomunicação capaz de oferecer comunicação da Força Tarefa estando em qualquer local do planeta com a sede no Brasil, a meta é melhorar ainda mais essa unidade móvel e desenvolver outros projetos na área. Também com a entrada do novo Coordenador Nacional da DRD a BUSF-CPLP lança o seu novo Escudo para conhecimento de todos. De acordo com o Presidente da BUSF, Sr. Bolívar Fundão, “Nosso novo coordenador Nacional possui uma bagagem de experiências, que são significativas na área, que para nós é uma das mais importantes. Quando tratamos de Atenção e Resposta a Grandes Desastres. Tanto a Comunicação como à Logística são duas divisões de extrema importância para o funcionamento da nossa Força Tarefa para Emergência – FORTE.” 
DIVISÃO DE RADIOCOMUNICAÇÃO EM DESASTRE - BUSF-CPLP

Legalizado Junto ao Governo Português a Criação da BUSF-CPLP Sucursal Portugal.

A BUSF-CPLP dá um dos seus mais importantes passos no desenvolvimento de suas atividades com a legalização junto ao Governo Português da BUSF Sucursal Portugal, com NIPC 514231050, sob a coordenação do Comandante Carlos Alexandre Walcher de Souza a Associação foi criada e agora aguarda os demais Actos Constitutivos exigidos pela legislação portuguesa. Criteriada pelas diretrizes da sede no Brasil a legalização em Portugal dará mais força para que outros países da CPLP possam aderir ao processo de ingresso na organização e com isso adequar protocolos operacionais para resposta a Grandes Desastres.

Tanto o Comandante Walcher como o Presidente da BUSF-CPLP Sr. Bolívar Fundão Filho, sabem que isso é um processo de médio e longo prazo para a adequação de processos e métodos que são hoje utilizados por cada país, mas acreditam que em breve já estaremos pelo menos adequando a visualização de uniformes, adequação de postos e funções além de emblemas, para com isso criarem uma adequação visual institucional, depois os protocolos de atuação em desastres que é um dos pilares principais da BUSF-CPLP.

Já existe o projeto para envio a Portugal de Instrutores da BUSF Brasileira para ministrarem um curso de  BREC - Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas o mesmo que as unidades da organização no Brasil terão agora em 2017. Outro fator importante será o envio à Portugal de bombeiros do Brasil da BUSF para darem suporte aos Incêndios Florestais recorrentes que acontecem no país todos os anos com o intuito de aprenderem técnicas e metodologias utilizados pelos portugueses no Combate a esse tipo de sinistros.

Uma das mais importante etapas, será a formação da Força Tarefa para Emergências Portuguesa. Ambos os países só tem a ganhar com o intercâmbio que os componentes da BUSF-CPLP tem a oferecer um ao outro no que tange a troca de experiencias, técnicas e recursos humanos capacitados para resposta a Grandes Desastres.

Ainda para o Presidente da BUSF-CPLP: "O próximo país que devemos organizar a instituição é a República de Angola, queremos dar uma atenção maior, não somente o Brasil mas Portugal também, pois Angola é o 3º país com melhor qualificação técnica de bombeiros dos países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Detentor de Grande Experiência Internacional, o Sr. Julio Verna e Nomeado Diretor de Relações Internacionais da BUSF-CPLP.

Julio Verna Diretor de Relações Internacionais da BUSF-CPLP
A Presidência da BUSF-CPLP nomeou neste mês de dezembro para o Cargo de Diretor de Relações Internacionais da Organização o Sr. Julio Verna Neto 55 anos, Consultor de Negócios e  de Desenvolvimento de Pessoas. O Sr. Julio Verna é detentor de larga experiência na área de administração em emergências e assistência humanitária, sendo também palestrante e educador social. Veterano da Força Aérea Brasileira onde adquiriu conhecimentos básicos em busca, salvamento e sobrevivência me ambientes diversos é graduado em Educação Física e um dos Fundadores da Associação do Grupamento de Resgate Civil na cidade de São Paulo em 1985 onde coordenou suas atividades até o ano de 2004. Durante esse tempo planejou, desenvolveu e comandou várias atividades na área de educação, Assistência e Logística humanitária. Entre muitas capacitações podemos salientar o curso de Reanimação Cardio-Pulmonar pelo InCor de São Paulo e pela Malcolm X College de Chicago, cidade onde também estagiou no serviço de ambulâncias do Corpo de Bombeiros. Entre os anos de 1995 e 2000 (6 anos), fez parte da equipe de extração e resgate de pilotos nos Grandes Prêmios Brasil de Fórmula 1 em São Paulo, considerada pelo Dr. Sid Watkins médico oficial da FIA – Federação Internacional de Automobilismo, como uma das equipes mais eficientes do mundo. Participou do resgate no acidente do voo 402 da TAM.

    De Abril de 2012 a Dezembro de 2015, trabalhou na Coordenação de Voluntariado (Recursos Humanos, Gestão da Qualidade, Comunicação e Desenvolvimento de Projetos) e na Coordenação de Doações e Captação de Recursos do CASPAJ - entidade de assistência à famílias necessitadas na periferia de São Paulo, com programas de desenvolvimento humano, cidadania, saúde, educação e capacitação para geração de renda.
Na Guiné Bissau no Programa Mundial de Desenvolvimento Humano na Área de Saneamento

     Em Novembro de 2013, participou do Curso de Formação de Voluntários Internacionais, em Lisboa - PT, realizado pela Fundação AMI – Assistência Médica Internacional, realizando visitas técnicas em centros de atendimento ao cidadão em Portugal – Porta Amiga, oportunidade onde se tornou Voluntário, realizando trabalhos de divulgação no Brasil e em programas de assistência e desenvolvimento no terreno (em campo). 

    Nos meses de maio de 2014 e em junho de 2016, participou da Missão Aventura Solidária da Fundação AMI – Assistência Médica Internacional, como assistente e logístico, em Milagres – Ceará, em parceria com ONG local – ACOM - que desenvolve trabalhos para o desenvolvimento humano. Em 2015 esteve em missão humanitária na Guiné-Bissau por 3 meses pela Fundação AMI – Assistência Médica Internacional, em programa mundial de desenvolvimento humano na área de saneamento (ODF - Open Defecation Free) em parceira com o UNICEF no combate às doenças diarreicas e na prevenção ao Ebola. Além de todos esse trabalhos desenvolve muitas outras atividades na área de resposta a desastres no Brasil e fora dele. De acordo com o Presidente Sr. Bolívar Fundão Filho, “A vinda do Sr. Julio Verna Neto para a Organização gerará uma dinâmica maior no envolvimento internacional de nossa instituição e possibilitará em virtude de sua grande experiência, desenvolvermos novas metodologias tanto no trato com os organismos internacionais como também com as organizações no Brasil. Eu particularmente conheço-o há praticamente 30 anos, estivemos juntos em várias situações de desastres e emergências, sei de sua competência e sei que fará um belo trabalho na BUSF.”

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Unidade K-9 de Busca da BUSF-CPLP Brasil  Inicia os Trabalhos de Adestramento de Cães no Método ARCON.

A unidade Canina K-9 de Busca a pessoas soterradas em escombros e desmoronamentos ligada a Força Tarefa para Emergências da BUSF-CPLP-Brasil, está dando inicio às atividades de adestramento de seus cães baseado no método ARCON da Espanha. O Coordenador da Unidade e também representante do método de treinamento no Brasil Delegado Estadual Sr. Christian Victor Lazarte Villavicencio, acredita que teremos já um binômio (homem-cão) formado em Junho de 2017. A apresentação do método ocorreu na sede da SP Bombeiros na cidade de São Paulo (Delegacia da BUSF na cidade), onde também será a sede da Unidade K-9 em Dezembro de 2016.

O primeiro integrante oficial da Unidade K-9 é um Labrador macho dócil de 5 meses caramelo chamado "Kal-el" o cão já interage com vários membros da instituição e será o primeiro cão, membro da Força Tarefa para Emergências da BUSF, ela estará recebendo o treinamento aso finais de semana. O método ARCON possibilita um treinamento mais humanizado com os cães que devem ter contato com a família de cada operador para saber diferenciar o momento de trabalho do momento de diversão e descanso.

A BUSF-CPLP Brasil estará preparando um canil na sua Delegacia Estadual na cidade de São Paulo, que possibilitará também, estar recebendo cães de outras organizações para treinamento baseados no método utilizado pela organização, que oficializa a sua doutrina de de treinamento para todas as suas unidades brasileiras e internacionais que queiram dispor de cães de busca.

Para o Presidente da Instituição Sr. Bolívar Fundão Filho " O treinamento dos cães pelo Método ARCON serão de extrema importância para a instituição e para a Força Tarefa como um todo, pois propicia uma agilidade na busca de vítimas presas em escombros e desmoronamentos de terra, além de ser um treinamento mais humanizado para o cães é um Método reconhecido em atividades de resgate em terremotos em todo o mundo."

A junção dos trabalhos da Unidade K-9 e da Unidade Falcões (Monitoramento de Áreas de Risco com Drones), fará com que as equipes de resposta de Força Tarefa sejam mais ágeis em seus trabalhos e ao mesmo tempo proporcione segurança para seus membros. A ideia para futuro é fechar todo esse conhecimento e treinamento dentro de um protocolo de ação que possa ser desenvolvido no âmbito de uso da BUSF e seus representantes nos demais países de língua portuguesa.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Representantes da Subdelegacia da BUSF-CPLP Brasil da Cidade de Batatais no Estado de São Paulo é Formalmente Nomeada com a Presença do Comandante Geral de Operações e o Delegado Regional do Sudeste da Organização

No ultimo dia 19 de novembro (sábado) foi oficialmente nomeado na cidade de Batatais o Subdelegado Municipal o Comandante de Operações e o primeiro Agente Operacional da Subdelegacia da cidade de Batatais. O evento contou com a presença do Presidente e Comandante Geral de Operações Bolívar Fundão Filho e o Delegado Regional do Sudeste João Barboza dos Santos além de demais autoridades da PMESP da Guarda Municipal e do legislativo da cidade. Os nomeados passam a fazer parte integrante da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras – BUSF-CPLP e a compor a Força Tarefa para Emergências na Região Sudeste. A cidade de Batatais conta com uma Unidade de Bombeiros Voluntários que são muito bem vistos pelos munícipes, mesmo possuindo poucos recursos materiais a comunidade se junta para apoia-los, um dos apoiadores é a Associação Comercial e Empresarial de Batatais (ACE), que cedeu o espaço para o evento localizado na Praça José Arantes Junqueira, 90 no centro. Para o Comandante de Operações Sr. Bolívar Fundão “Nomear os senhores Anderson Silva Subdelegado Municipal, Celso Galina Junior como Comandante de Operações Municipal e Sidnei Flávio Martins como nosso primeiro Agente Operacional, todos na cidade de Batatais é trazer para a organização mais um grupo de profissionais sérios e envolvidos com a responsabilidade que buscamos em nossos membros associados. Em Batatais pudemos ver o respeito que esses três bombeiros tem por parte de sua comunidade e quem ganha com o ingresso desses novos integrantes é a BUSF-CPLP – Brasil”. Já para o Delegado Regional do Sudeste Sr. João Barboza. “Vejo como significativo o ingresso de mais três profissionais que atuam no dia a dia em resposta a diversos tipos de desastres e apoio em grandes eventos na cidade de Batatais e região, pois agrega valores importantes ao conjunto de operacionais da regional sudeste, principalmente para resposta em situações em que seja acionada a Força Tarefa da Organização”
 
               

Incorporados Alunos(as) para o Programa Bombeiros Mirins na Cidade de Jaboatão dos Guararapes em Pernambuco pelas Delegacias Regional do Nordeste e Estadual de Pernambuco.

Realizada nos dias 12 e 19 de novembro as etapas da incorporação dos alunos do Projeto Futuro Bombeiro em Jaboatão dos Guararapes no bairro de Vila Rica, a incorporação foi realizada pelo Delegado Regional Nordeste Sr. Sandro Marinho e Delegada Estadual Sra. Nazaré Souza, o local foi a Escola Municipal São Sebastião no Lote 92, onde foram incorporadas 108 crianças e adolescentes, que receberam todo conteúdo do Projeto, O 3º Grupamento de Bombeiros Mirins da BUSF-CPLP Sucursal Brasil na cidade de Jaboatão dos Guararapes, é uma realização da Delegacia Regional do Nordeste e Delegacia Estadual de Pernambuco em Parceria com a ASFAM (Associação Família Militar) representada pelo seu Advogado Sr. Rubiano mostrou seu projeto de apoio às famílias dos alunos, que vão desde palestras até acompanhamento Psicossocial. a ASFAM além de atender os familiares de alunos, também dará suporte ao Programa desenvolvido na Estação do Governo Presente de Jaboatão dos Guararapes, representando o Governo do Estado de Pernambuco, que fará às articulações com demais Secretarias Estaduais, Prefeitura Municipal de Jaboatão dos Guararapes, Guarda Municipal, PMPE e demais parceiros.

Os Jovens Bombeiros tiveram a apresentação detalhada do cronograma apresentado pelo Delegado Regional Nordeste Sr. Sandro Marinho e a Delegada Estadual em Pernambuco Sra. Nazaré Souza, além de um momento na quadra de esportes para conhecer o início das aulas de Primeiros Socorros, presente também ao evento o Capelão da BUSF Sr. Jocemir Moura, explicando para os presentes como se desenvolve o trabalho de Capelania. É o Projeto União pela Vida fazendo a diferença na vida destes jovens.
Com isso a BUSF-CPLP Brasil, representada pelas Delegacias Regional do Nordeste e Estadual de Pernambuco, leva Esperança, para às Famílias e Sociedade Jaboatonense, apoiando os Órgãos Oficiais do Estado a recuperar a cidadania das Famílias.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Subdelegado da BUSF-CPLP Promove Instrução para Capacitação de Bombeiros Civis para Resposta em Intervenção Rápida na Cidade de Criciúma - SC

O Subdelegado da BUSF-CPLP Sucursal Brasil da cidade de Criciúma – SC Rodrigo Rodrigues realizou ontem dia 14 de novembro capacitação para Bombeiros Civis do Nações Shopping em Criciúma SC. O curso de R.I.T (Equipe de Intervenção Rápida), teve o objetivo de capacitar a equipe para Intervenções Rápidas de forma efetiva e segura, usando os recursos básicos oferecidos. Foi desenvolvido técnicas de acesso em Locais Remotos e de Baixa Mobilidade, Técnicas de Cortes, e emprego de ferramenta adequadas para cada situação apresentada. No curso também foi desenvolvido Imersão em realidade simulada de busca com baixa ou sem visibilidade, também foi utilizada uma pista construída especificamente para este treinamento, contendo ambientes confinados de forma a dificultar a movimentação do bombeiro bem como  criando obstáculos que pudessem comprometer a atividade de resgate proposta, o treinamento ainda teve atribuições de técnicas com uso de cabos, bem como Salvamento básico em Altura.


Ao final foi apresentado informações sobre a organização BUSF-CPLP, na qual participantes manifestaram interesse em fazer parte da equipe BUSF-CPLP Regional Sul, onde durante a semana conforme orientação estarão encaminhando documentação para agregar-se a equipe, o curso teve duração de 12 horas, nas quais foram exclusivamente PRÁTICAS SIMULADAS.